image

Termografia

A Termografia é genericamente definida como a técnica de inspeção não destrutiva, que se baseia na detecção de radiação infravermelha naturalmente emitida pelos corpos, permitindo a medição de temperaturas sem contato físico com os mesmos.


Termografia

Através da utilização de sistemas infravermelhos, torna-se possível a observação de padrões diferenciais de distribuição de calor em um componente, com o objetivo de proporcionar informações relativas à condição operacional deste.


Tem como objetivo reportar as situações observadas através das inspeções de Termografia nos equipamentos monitorados, indicando suas causas e criticidade em que deverão ocorrer as manutenções com base nas Normas:


American Society of Nondestructive Testing (ASNT) guidelines for Nondestructive Testing, Infrared and Thermal Testing.


E1934-99a Standard Guide for Examining Electrical and Mechanical Equipment with Infrared Thermography


Normas e especificações técnicas publicadas por fabricantes de componentes elétricos.


No instante da inspeção de Termografia em um componente elétrico, será realizada uma rigorosa seleção preliminar para determinar se este componente se encontra em situação normal ou não. Não estando em situação normal, o caso é registrado para posterior diagnóstico, informando no relatório entregue ao cliente.


Na Termografia são verificados então, a temperatura do componente, temperatura ambiente, temperatura máxima admissível do componente, carga nominal e carga do componente no momento da medição.


Máxima Temperatura Admissível (MTA): Utilizam-se como máxima temperatura admissível de componentes de diversos fabricantes, valores indicativos obtidos através de ensaios e experiência em campo, de acordo com a classificação abaixo:


Média Tensão (Componentes com tensão de trabalho acima de 1kV):


                  MTA = (30°C + Temperatura Ambiente).


Baixa Tensão:


                  Cabos Isolados e Terminais: MTA = 70°C.


                  Barramentos e Conexões (Cobre / Alumínio): MTA = 100°C.


                  Contatos e Articulações de Seccionadoras e Disjuntores: MTA = 100°C.


                  Corpos de Fusíveis: MTA = 100°C.


As falhas e os riscos ao sistema detectados são classificados segundo critério de prioridade de manutenção e grau de abrangência dos equipamentos que venham apresentar problemas, conforme descrição abaixo:


EMERGÊNCIA ( > MTA ou Equipamento Vital)


URGENTE ( Entre 80% e 100% do MTA)


PROGRAMADA ( Entre 60% e 80% do MTA)


NORMAL (Abaixo de 60% do MTA)